Toda Poesia, de Paulo Leminski

Não tenho a eloquência de Haroldo de Campos, a fama de Caetano Veloso ou a intimidade de Alice Ruiz S para falar de Paulo de Leminski, mas farei o meu melhor.

Back to Black, de Amy Winehouse

Amy Winehouse era o tipo de pessoa que não dá para ignorar. Do lançamento de Back to Black, em 2006, até sua morte, em 2011, ela estava em todo lugar.

Como chegar ao clímax, com Super-Homem

O clímax é um daqueles conceitos que todo mundo sabe do que se trata, mas tem imensa dificuldade de colocar na prática. Este guia ajudará você a chegar lá.

Cinema e a arte de correr riscos

Se você cansou de todo filme ser uma continuação, prévia ou reboot, está na hora de conhecer uma produtora que está mudando a cara de Hollywood

Se7en, de David Fincher

“People don’t want a champion. They want to eat cheeseburgers, play the lotto and watch television.”

A Trégua, de Mário Benedetti

A Trégua (La Tregua, 1960), do escritor uruguaio Mário Benedetti (1920–2009), é o retrato pungente de um homem que se tornou espectador da própria vida.

As Docas de Nova York, de Josef von Sternberg

Antes de dirigir seus filmes mais conhecidos com a estrela Marlene Dietrich, como O Anjo Azul (The Blue Angel / Der blaue Engel, 1930) e A Imperatriz Galante (The Scarlett Empress, 1934), Josef von Sternberg já apresentava o mesmo lirismo sombrio em filmes hoje praticamente desconhecidos,