Literatura estrangeira

P-G-Wodehouse-Meu-Caro-Jeeves
8

Meu Caro Jeeves // P. G. Wodehouse

Cuidado! Periga o leitor sorver tão rápido Meu Caro Jeeves que pode não reparar na sua perspicácia, como a presença discreta, mas efetiva, do personagem-título ... Ler mais
9

A Trégua // Mário Benedetti

A Trégua (La Tregua, 1960), do escritor uruguaio Mário Benedetti (1920–2009), é o retrato pungente de um homem que se tornou espectador da própria vida. ... Ler mais
7

Noites Brancas // Fiódor Dostoiévski

Hoje quero fazer um convite à leitura de Noites Brancas (White Nights / Белые ночи), breve romance de Fiódor Dostoiévski (1821–1881), que serve de porta de entr... Ler mais
9

O Amante // Marguerite Duras

O Amante (L'Amant, 1984), de Marguerite Duras (1914–1996), são 127 páginas* do mais frio e desapaixonado sofrimento. Nele a tragédia é aceita não somente como u... Ler mais
0

Crash // J. G. Ballard

O que dizer de Crash, romance de J. G. Ballard (1930–2009) publicado em 1973? Primeiro, que é algo inusitado. A começar pela história.... Ler mais
10

O Grande Gatsby // F. Scott Fitzgerald

Primeiro pensei que em O Grande Gastby (The Great Gatsby, de F. Scott Fitzgerald, 1925), Gatsby, o enigmático personagem-título da história, pagara o preço por ... Ler mais
joseph-conrad
10

O Coração das Trevas // Joseph Conrad

“Extensões de água abriam-se a nossa frente e fechavam-se atrás, como se a floresta houvesse avançado displicentemente sobre o rio, barrando o caminho de nosso ... Ler mais
8.5

Fahrenheit 451 // Ray Bradbury

“Não julgues um livro pela capa”, diz o ditado que Ray Bradbury convenientemente aproveita em certo momento de Fahrenheit 451 (1953), no entanto algo mais acert... Ler mais

Ulisses // James Joyce (Parte 2)

Em continuação à introdução ao Ulisses e apresentação da forma do livro, segue a segunda parte da resenha, agora sobre o conteúdo e as influências ocasionadas n... Ler mais